Celebrar o Campo de Regeneração de Ecossistemas

Na semana passada a Quinta do Vale da Lama foi o palco para um Campo de Regeneração de Ecossistemas, que acolheu cerca de 30 participantes motivados e capacitados para uma aprendizagem prática aplicada em torno da implementação de uma estratégia de gestão eficiente para a regeneração do sequeiro, co-projetado pelo proprietário do terreno e pela OrlaDesign para o declive superior norte da quinta.

Estamos profundamente gratos e inspirados por todos aqueles que se juntaram com a sua dedicação e entusiasmo na co-criação desta cultura regenerativa tão abundante em alegria e partilha de competências. As árvores sorriem com a chuva tão esperada, e agradecem a todos o vosso cuidado e dedicação.

Durante esta semana cerca de 325 árvores e 200 estacas foram plantadas cuidadosamente, inoculadas com biofertilizante (microorganismos indígenas), e uma encosta despida foi reflorestada. Duas principais estratégias foram implementadas:

1. No cimo do monte a regeneração nativa foi incentivado ao adicionar à camada de arbustos uma camada de Azinheiras, Alfarrobeiras, Carvalhos Portugueses, cipreses ocasionais e Casuarinas. Plantadas usando uma berma em forma de meia lua para captar águas da chuva, cuidando de cada semente com um pouco de cobertura vegetal para finalizar o processo;

2.Pela barriga da colina, uma área menos inclinada foi dividida em sub-parcela de pasto de sistemas Agrosilvopastorais de Alfarrobeiras, bordados por bancos de forageiras plantados em ondulações orgânicas de contorno. Alfarrobeiras foram espaçadas para permitir a regeneração das pastagens alinhadas com o pasto holístico planeado para as ovelhas da quinta.

Para mais informação sobre a Síntese de Design da estratégia de gestão eficiente para a regeneração do sequeiro para os sistemas de chuva da quinta e a lista detalhada de plantas veja as imagens abaixo:


A semana teve uma grande partilha de inspiração de diversos facilitadores experientes, como Hugo Oliveira, da OrlaDesign, que realizou a facilitação geral da semana e foi o guia de design para a encosta norte e plantação de bancos de forageiras; Bonggi R. Ibarrondo, da Reforest-Acción Network, que facilitou uma plantação especialidade de árvores e um reflorestamento ativo e inspirador; Yorgos Sorriso ativou os microorganismos do solo com biofertilizante abundante desde a origem do processo até à sua aplicação e Peter Zinn compartilhou a sua sabedoria de manutenção de árvores com uma presença carismática.

Para detalhes diários deste campo consulte as seguintes publicações: Dia 1, Dia 2, Dia 3, Dia 4, Dia 5.

O nosso objectivo para o campo foi criar ondulações de turbilhões regenerativos de modo a inspirar participantes a agir nas suas áreas, e como redes micélios, contribuir para um movimento mais amplo de ação regenerativa. A Quinta do Vale da Lama pretende agir como exemplo e compromete se a realizar dois Campos de Regeneração de Ecossistemas no ano que vem e dar continuidade à ação regenerativa. Um na Primavera (9 a 13 de Abril) e outro no Outono (12 a 16 de Novembro). Fique atento!