aspessoas_img

As Pessoas

O Vale da Lama está a desenvolver diferentes tipos de parcerias para manifestar a sua visão e objectivos. Estes são os colaboradores que trabalham no projecto actualmente.

Nita Barroca

Tenho sido uma “community worker” desde… (provavelmente desde que eu me conheço! :) ), sempre preocupada com os “desafios” do mundo. Sou a fundadora do Projecto Novas Descobertas, a ONG que compartilha a nossa quinta. Sou apaixonada pelo trabalho com grupos e adoro a ideia de partilhar a nossa quinta através de actividades educativas enquanto simultaneamente restauramos os seus solos, paisagens e vida. A minha família (o meu marido Walt, os meus filhos Miguel e Gabriel e todos os nossos familiares) é o núcleo da minha vida e eu adoro incluir outros no que temos e fazemos. A nossa extensa família intencional continua crescendo e está muito espalhada ao longo destes 20 anos. Adoro as pessoas e estou muito preocupada e interessada pela natureza, pois, no final das contas: quem somos nós sem a Mãe Natureza? É Ela a sábia!

Walt Ludwick

Enquanto empreendedor, desde 1984, o meu foco profissional tem sido sempre a criação de valor a longo prazo, tendo como fundamento a entre-ajuda entre pessoas de um modo sistemático e mutuamente recompensador. Os meus focos na quinta são o design de permacultura para uma agricultura regenerativa em grande escala, a implementação da holocracia para uma boa governança e os sistemas on-line para uma comunicação radicalmente transparente. Para além disto tudo, adoro voar com as gaivotas, mergulhar com os peixes, simplesmente estar com a minha esposa e filhos e explorar as maravilhas desta fantástica paisagem mediterrânica, onde temos a sorte de construir a nossa casa.

Ana Maria

Antes de integrar o projecto da Casa Vale da Lama trabalhava num hotel “convencional”. Quando esta oportunidade surgiu, fiquei muito contente, porque gosto do espírito que se vive aqui: o ambiente é tranquilo (mesmo quando há mais trabalho), as pessoas são flexíveis, trabalho perto da natureza e descobri a comida vegetariana! Neste projecto, estou encarregue da limpeza e organização da casa, para que tudo esteja da melhor forma possível para receber os nossos clientes.

Andreia Rodrigues

Sou uma psicóloga e coordenadora pedagógica. Meu papel no projeto é ser gestora de atividades, coordenar campos de férias, atividades, e eventos educacionais do PND. Sinto-me brilhar quando facilito atividades para jovens e grupos de jovens. É isso que amo fazer!

António José Silva

O que me trouxe ao Vale da Lama foi a construção das primeiras instalações do Projecto Novas Descobertas aqui na Quinta. Desde aí tenho colaborado na renovação de vários edifícios e na criação de novas infra-estruturas. Também faço a manutenção de vários espaços e reparações, gosto de ver as coisas a funcionar, por isso também vou fazendo de tudo um pouco! O que eu gosto mais é da diversidade de serviços que a quinta me permite desenvolver.

Armindo Vieira

Conheci a Quinta quando o projecto estava ainda no início, desde a construção do telheiro dos campos de férias. Fiquei para cuidar dos jardins e das árvores e vou ajudando na construção das infra-estruturas. Gosto de estar em contacto com a natureza e da sensação de liberdade que tenho quando estou no meio dela e de estar no meio da gente linda que por aqui passa.

Bruno Ferraz

Apaixonado pela cozinha e viagens. O meu trajecto profissional foi sempre à volta da gastronomia do mundo, comecei por tirar um curso de cozinha e pastelaria e depois estive sempre a trabalhar no ramo da hotelaria. Durante estes 10 anos viajei por 65 países sempre a descoberta de novos sabores, culturas e experiências. E nos últimos 4 anos mudei o meu estilo de vida, encontrei o mundo da cozinha vegetariana e da permacultura e conheci o meu amor Gabriela Kryslova. Esta mudança ajudou-me a encontrar e essência da gastronomia com a natureza, de uma forma simples e com muito respeito e ligação a Mãe Terra. Neste momento sinto me muito feliz por pertencer a equipa Vale da Lama, e vou ser o Chefe do Sweet Spot Café. Para mim o Sweet Spot Café vai ser um espaço onde vou trazer a minha paixão da cozinha e respeitar os ingredientes sazonais, locais e orgânicos. Fico a vossa espera sempre com aquele eco sorriso, até já.

Catarina São Martinho

Iniciei o meu percurso nesta aventura, com o Projecto Novas Descobertas desde o seu nascimento em 1994, no qual aprendi e cresci enquanto pessoa. Sempre me identifiquei com os seus valores e como tal colaborei, durante anos e sempre que possível, de forma voluntária. Trabalhei entretanto, em diversas áreas mas não me sentia totalmente realizada e no Verão de 2015, fui convidada a colaborar no projecto Casa Vale da Lama, onde rapidamente me apaixonei pela Quinta, pelas pessoas e pelas éticas e princípios de permacultura que aqui se praticam. Em Março de 2016, decidi integrar a equipa e apoiar este sonho. Tenho alguma formação em marketing turístico e estou de momento responsável pelo Agroturismo.

Gabriela Kryslova

Desde de criança vivi sempre com a Natureza ao meu redor. Vivi numa aldeia com 25 pessoas e muitos animais nas montanhas e florestas da Republica Checa. Trabalhei durante 20 anos na agricultura bio, tratar de animais e na preservação da floresta com a minha Família. Durante estes anos a minha consciência foi a procura de respostas para ajudar e respeitar mais a Natureza, e neste percurso encontrei a cozinha e pastelaria vegetariana, permacultura com um PDC e viagens por algumas eco aldeias e comunidades. E nos últimos 4 anos encontrei uma nova paixão que é a cozinha e as viagens por causa do Bruno Ferraz. Neste momento estou a trabalhar na Casa Vale da Lama onde sou feliz por encontrar a cozinha vegetariana, permacultura, animais, hortas, ervas aromáticas e medicinais sempre ligadas as minhas raízes.

Hugo Barbosa

Esta aventura para mim começou em 1994. Inicialmente com a associação Projecto Novas Descobertas (que se mantem) e agora também com a Quinta do Vale da Lama. Iniciei o meu percurso como monitor no PND e mais tarde comecei a desenvolver os websites tanto da associação como do Vale da Lama e Casa Vale da Lama Eco Resort. Para além de fazer websites, trabalho no marketing da Quinta. Tenho muitas outras paixões. Sou músico/cantor e faço vídeos promocionais :).

Maria Rute

Cheguei ao Vale da Lama através do meu percurso em Arquitectura Paisagista e Permacultura, para acompanhar a plantação de um bosque alimentar em 2011. Depois disso integrei a equipa de colaboradores e ao longo destes anos tenho vindo a desempenhar vários papéis ligados ao planeamento e design da Quinta, à organização interna, e à imagem para o exterior. O que me motiva nesta jornada é viver e aprender perto da natureza e de pessoas com a intenção de cultivar um mundo melhor..!

Mirka H.

Eu sou uma educadora experimental e uma estudante de Permacultura, em que o foco profissional é desenhar e facilitar experiências de conexão à natureza para pessoas de todas as idades. O meu papel no projecto é suportar activamente o projecto de Agricultura Comunitária, projectando e facilitando experiências de aprendizagem para os voluntários. Eu amo cantar, ouvir o canto dos pássaros, e dançar em espaços abertos.

Ricardo

Depois de quase uma década a trabalhar e conhecer o nosso sistema de agricultura industrial, várias questões começaram a surgir na minha mente e uma necessidade começou a crescer, uma necessidade de mudar … Foi quando encontrei a Permacultura, o Vale da Lama e tive contato com uma nova forma de vida sustentável. Decidi tirar o PDC (curso de design de permacultura) e desde então, foi a melhor viagem de auto descoberta e aprendizagem…

Rita Oliveira

Sou apaixonada pela natureza e, principalmente, por pessoas! Antes de vir para a Quinta do Vale da Lama, trabalhava como coordenadora numa agência imobiliária e como psicoterapeuta, em Lisboa. A confusão da cidade e todo o stress que gerava em mim, fez-me querer mudar de vida. Foi assim que embarquei nesta aventura rumo ao Algarve! Abracei este projecto com muito amor e aqui ponho a minha energia nas tarefas da recepção do Ecoresort. Adoro receber os nossos clientes com um sorriso na cara e dou o meu melhor para que tenham uma experiência positiva enquanto estão na nossa Casa.

Susana

Vim parar à Quinta do Vale da Lama em 2012 quando procurava um Curso de Design de Permacultura. Participei no Curso e apaixonei-me de imediato por este lugar. Queria porque queria continuar por aqui, tinha de arranjar uma forma e assim foi. Fiz voluntariado e surgiu a hipótese de estagiar na área dos Processados. Para quem não sabe nesta Quinta processamos e transformamos o que a Terra nos dá, e por aqui há muita abundância, laranjas, tangerinas, uvas, figos, marmelos, romãs, azeitonas, alfarroba, ervas aromáticas e medicinais, etc., e quando passam pelas minhas mãos fazem crescer água na boca sejam em forma de doces, compotas, desidratados, pastas, vinagres, chutneys, fermentados e infusões. Pouco ou nada sabia quando aqui cheguei, aprendi muito e de uma coisa tenho a certeza, a vida do campo é a vida que quero para mim.