Comunidade em tempo de Corona

Num fim-de-semana em Março onde se iria fazer a “troca” de estagiários, não fazíamos a minima ideia de que a nossa comunidade iria duplicar. Neste pequeno espaço de tempo, Espanha começou a fechar as fronteiras enquanto o resto de Europa respondia à ameaça do novo Corna vírus que continuava a aumentar.

A Europa estava rapidamente a encerrar tudo. O Dean, que tinha saído mais cedo na caravana, por um triz chegou ao ferry que o levava para casa em Maiorca. A mãe do Ale aconselhou-o a ficar, pois Espanha estava entrar em isolamento. O Hugo, que visitava brevemente vindo do Porto, não estava com vontade de fazer a viagem de volta, pois os casos no norte estavam a aumentar bastante. O voo da Leila para a Alemanha foi cancelado. E entretanto os novos estagiários conseguiram chegar sãos e salvos à nossa Quinta.

Neste curto fim-de-semana tudo mudou. Em vez de observarmos a situação na China de longe, encontrávamo-nos no centro do palco. Tempos interessantes que se seguem. Isolamento numa quinta de 43 hectares numas pequena colina perto do mar… somos mais sortudos que muitos. Estando todos bem de saúde, agora temos a oportunidade de colocar os princípios da permacultura em acção: “O problema é a solução” ou como disse David Holmgren “Usa e responde criativamente à mudança”.

Esta situação, para além de bastante fatal para a comunidade global, traz com ela a semente de uma grande oportunidade para uma melhor regeneração mundial no futuro.”

por Lesley Martin, Professora de Permacultura Experiente e Residente da Comunidade.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>