Experiência de crescimento exponencial da produção da alface

por

Cultivando alface na Quinta Vale da Lama, um ensaio da teia alimentar do solo - Outono de 2023

Durante este outono, realizou-se uma experiência in situ de 6 semanas na quinta para medir a melhoria do solo e os ganhos na produção agrícola através do trabalho com a biologia do solo. O objetivo era mostrar como a adição de micróbios benéficos do solo através de extratos de vermicomposto pode melhorar a produção agrícola.

Metodologia

No dia 21 de setembro de 2023, foram plantadas 96 rebentos de alface do nosso viveiro no solo, ao lado de nossa estação de vermicompostagem. 

A biologia foi aplicada às alfaces tratadas: mergulhando as mudas no extrato antes do plantio, e através da aplicação dos extratos no momento do plantio e depois semanalmente até a colheita.

As parcelas de alface tratadas receberam aplicações semanais de extrato feito a partir de 3 kg de vermicomposto fresco que foram embebidos e agitados por 5 minutos em 15 L de água. As alfaces controle receberam uma quantidade de água semelhante à quantidade de extrato aplicado, para evitar diferenças na humidade do solo.

Diferentes parâmetros foram medidos para avaliar o impacto do tratamento no crescimento da alface (altura e diâmetro das folhas, desenvolvimento das raízes e peso das plantas) e na biologia do solo (análise microscópica).

The results

Semanalmente, avaliações da biologia dos extratos foram feitas por análise microscópica para verificar a qualidade dos extratos, que é essencial para garantir melhorias na biologia do solo e ganhos na produção agrícola ao trabalhar com a biologia do solo.

Após 6 semanas de cultivo de alface, todas as alfaces foram colhidas e várias medições foram feitas no mesmo dia (1º de novembro de 2023): altura e diâmetro da coroa, profundidade das raízes e peso das plantas. Embora as alfaces tratadas estivessem prontas para o mercado, o controle teria que permanecer no solo por mais duas semanas antes da colheita. No entanto, para fins de medições comparativas, todas foram retiradas ao mesmo tempo. 

A diferença entre o controle e o tratamento foi considerável, como pode ser visto nos resultados (nas fotografias e gráficos):

  • Peso da alface: o tratamento foi em média 219% mais pesado (250g vs 114g)
  • Altura da alface: 24% mais alta (21,8 cm vs 17,6 cm)
  • Profundidade das raízes: 40% mais profunda (9,5 cm vs 13,3 cm)
  • Diâmetro da coroa: 43% mais amplo (34,1 cm vs 23,8cm)

Conclusão

Esta experiência de campo mostrou resultados significativos de como a adição de micróbios benéficos do solo através de extratos de vermicomposto pode melhorar a produção agrícola. 

Facilmente pode fazer uma ENORME diferença na produtividade da sua horta com muito pouco trabalho: aplicando um extrato do seu próprio composto. Lembrando que é fundamental verificar a qualidade do seu composto antes de fazer os extractos.

Elodie da Silva
Experiment design and article
Jeroen Boss
Experiment and photo credits


Gostavas de receber mais informação sobre a nossa quinta biológica e regenerativa?
Clica aqui

Written by: Elodie da Silva and Jeroen Boss

Recebe a lista semanal de legumes e frutas da Quinta Vale da Lama
Clica aqui para saberes como

Fixe no Pinterest